História - Lara Croft BR
trl

História

Quando Lara Croft tinha apenas 9 anos de idade, o jato executivo levando ela e sua mãe, Amelia Croft, caiu no Himalaia, deixando-as como as únicas sobreviventes. Após tomarem abrigo nas ruínas de um antigo templo, Lara descobre um estrado de pedra ornamentado segurando uma espada. Ativando o antigo mecanismo sem querer, Lara assiste com pavor enquanto sua mãe desaparece na frente dos seus olhos. Devastada, ela deixa seu livro rosa para trás, no qual as instruções de como abrir o portal foram escritas.

Bolívia

Anos depois, Lara viaja para a antiga civilização de Tiwanaku na Bolívia, seguindo uma pista de sua parceira da universidade, Anaya Imanu. Tentando achar um mecanismo similar ao de Nepal, ela logo se depara com James Rutland e seus mercenários na beira do Lago Titicaca, onde o estrado está situado. Antigas memórias voltam à tona para assombrá-la quando James dá a entender que sua falecida amiga, Amanda Evert, ainda está viva. Depois de uma batalha, Rutland e seus mercenários fogem de helicóptero. Lara então examina o estrado de pedra e descobre que é mesmo similar ao que encontrou no Nepal e que uma espada é necessária para ativar o portal. Desesperada para entender o que aconteceu com sua mãe, Lara parte em busca da espada.

Peru

Lara viaja para o Peru para encontrar-se com Anaya e elas conseguem chegar à uma tumba em Paraíso, onde alguns anos atrás uma tragédia aconteceu com elas e seus amigos enquanto ainda estavam na universidade. Durante uma escavação arqueológica, um misterioso demônio foi despertado e matou quase toda a equipe. Amanda conseguiu aparentemente destruir o demônio removendo uma pedra misteriosa de uma parede, no entanto, isso ocasionou num desmoronamento, e numa tentativa de fuga, a caverna começou a encher-se de água e ela acabou ficando presa e supostamente morreu entre os escombros. Nos dias atuais, Lara descobre que Amanda conseguiu escapar de alguma forma e descobre também a lenda da Rainha de Tiwanaku. Então ela percebe que a tumba da Rainha de Tiwanaku está ligada à Bolívia, ao incidente no Nepal e até mesmo à lenda do Rei Arthur. Depois, ela acaba achando um fragmento da réplica de uma espada que aparenta ser a Excalibur e que ela já tinha visto antes só que não fazia ideia de que era a tal, porém o fragmento está em posse do chefe dos Yakuza, Shogo Takamoto, do qual ele roubou da Waseda University, no Japão.

Japão

 Lara então decide ir para o Japão com a intenção de negociar com Takamoto (sem ele saber sobre o que se tratava) e eles combinam de se encontrarem numa festa corporativa de Toru Nishimura, antigo amigo de Lara. Chegando lá, no entanto, Takamoto acaba com a festa e se faz de desentendido sobre a espada, se recusando a negociar, visto que ele guarda rancor da Lara por causa de um incidente alguns anos atrás. Ele ordena seus capangas a matarem ela enquanto ele escapa. Lara pula para trás do bar, joga fora seus sapatos, rasga seu vestido e sai matando todos eles numa cena épica. Decidida em ir atrás de Takamoto, Lara faz seu caminho pelo telhado e acaba chegando na cobertura dele. Com seus homens mortos e orgulho ferido, Takamoto inicia uma batalha com ela, mostrando os poderes do seu fragmento da espada. Lara acaba derrotando ele e obtendo o artefato. Nishimura então aparece com um helicóptero e enquanto ela escapa com ele, Zip diz que descobriu que Rutland está em Gana e Lara decide seguir ele.

Gana

Chegando em Gana, Lara consegue rastrear Rutland num antigo templo escondido atrás de uma cachoeira maravilhosa. Ela acaba descobrindo que seu pai, Richard Croft, já esteve lá quando acaba achando um pingente perdido de sua mãe. Finalmente encontrando Rutland, ele conta sobre algo chamado a Chave Ghalali, que estava no templo e no qual ele acreditava Lara o possuir, pois ele sabia que o pai de Lara já esteve em Gana. Lara obviamente não sabia de nada e isso acaba frustrando Rutland, fazendo com que ele atacasse ela, mostrando os poderes do seu fragmento da espada. Ela acaba derrotando ele e obtendo o segundo fragmento, porém poupa a vida dele. Enquanto ela vai embora do lugar, Zip e Alister a informam que Amanda invadiu sua mansão procurando pela tal chave com algo que parecia ser uma fumaça negra, mas não encontrou nada. Então eles também a informam que já descobriram pistas de outro fragmento localizado no Cazaquistão.

Cazaquistão

Seguindo essas pistas, Lara encontra uma base militar onde os mercenários de Rutland estavam matando os soldados para que eles pudessem ter o controle de todo o local. Ela então segue um trem de moto que a leva até um laboratório Soviético, onde experimentos com um fragmento de espada levaram ao fechamento do local 50 anos atrás. Lara finalmente coloca o papo em dia com Amanda, que ainda está irritada por ter sido deixada para trás em Paraíso. Rapidamente, Lara vai atrás dela. No caminho, ela encontra um escudo que parece haver um mapa e envia imagens para Zip e Alister analisarem. Após isso, ela descobre que Amanda estava fazendo experimentos no fragmento e percebe o quanto Amanda ficou insana após descobrir que ela usou a pedra para controlar o demônio que matou os amigos delas em Paraíso e que ela pretende usar a espada para seus próprios motivos egoístas. Lara combate o monstro e recupera o terceiro fragmento na máquina Soviética, destruindo todo o laboratório no processo.

Inglaterra

Seguindo o mapa anteriormente encontrado, para a surpresa de todos ele leva Lara de volta à sua terra natal, Inglaterra. Ela então descobre a verdadeira tumba do Rei Arthur escondida sob uma atração turística brega e agora abandonada em Cornwall, junto com o quarto e último fragmento da espada, percebendo que Arthur e seus cavaleiros levaram os fragmentos da Excalibur para lugares ao redor do mundo influenciando o destino de várias civilizações e que toda corte de Camelot existia de verdade. Depois de lutar com uma serpente do mar que protegia o local, Lara volta para casa para descobrir como reunir todos os fragmentos. Ela percebe que, a até então desconhecida Chave Ghalali, era na verdade um pingente dado para sua mãe pelo seu pai, o mesmo que Amelia perdeu no acidente de avião no Himalaia, anos atrás.

Nepal

Sendo forçada a desenterrar seu passado mais uma vez, Lara volta aos destroços do avião no Nepal e recupera a Chave. Ela então retorna ao templo onde sua mãe perdeu a vida e remonta a Excalibur, determinada a voltar à Bolívia para usá-la no estrado de pedra.

Bolívia Redux

Chegando lá, Amanda, Rutland e seus mercenários esperavam por Lara para que pudessem roubar a espada dela. Novamente uma batalha se inicia e Lara derrota os mercenários, mas involuntariamente acaba matando Rutland que falece nos braços de Amanda. Lara então sugere que ambas usem a espada ao mesmo tempo. Furiosa, Amanda desperta o demônio novamente, porém fundindo-se com ele desta vez. Lara derrota então a criatura de uma vez por todas usando a Excalibur. Seguindo as instruções do livro dela (que não se sabe como ela o recuperou), ela abre o portal mais uma vez e finalmente entende que o portal se estende através do tempo e que o que ela está vendo é a sua mãe momentos antes de desaparecer por remover o artefato. Amanda acorda e grita para Lara puxar a espada ou o mecanismo irá explodir, botando tudo a perder. A mãe de Lara acaba ouvindo e puxa a espada e a cena de anos atrás se repete, só que agora deste lado do portal. Lara, em choque, percebe que foi a Amanda, de certa forma, que matou a sua mãe. Amanda então diz que a mãe de Lara não morreu e sim que foi levada para onde ela queria ir. Lara então dá vários tiros para ela responder direito e ela revela que Amelia foi na verdade para Avalon. No final de tudo, Lara poupa a vida de Amanda, não sem antes dar uma coronhada na cabeça dela e vai embora acreditando agora no que o pai dela acreditava, totalmente determinada a encontrar Avalon de outra maneira para salvar a sua mãe.